Já imaginou como ficaria a sua vida sem os serviços públicos?
Você já imaginou como seria a sua vida sem os serviços públicos: garis, professores, médicos, coveiros, cientistas?

SINSSP se reúne com Frente Nacional de Prefeitos para falar sobre vacinação
O SINSSP, a CNTSS e os sindicatos filiados à Confederação irão participar de uma reunião nesta terça-feira (20), às 16 horas, com a Frente Nacional de Prefeitos para conversar sobre a inclusão dos trabalhadores do INSS no grupo prioritário de imunização.

SINSSP, CNTSS e demais sindicatos levam proposta de vacinação para presidente do INSS
SINSSP participou de reunião da CNTSS e Sindicatos filiados com o Presidente do INSS para discutir assuntos da categoria. Vacinação foi o ponto central da pauta.

Hoje é dia de LOCKDOWN - veja como participar virtualmente
O SINSSP se soma ao Lockdown, manifestações, greves e paralisações marcadas para esta quarta-feira (24), faça parte do Dia Nacional de Luta virtualmente, também.

Dirigentes da CNTSS-CUT e Sindicatos Federais se reúnem com presidente do INSS na quarta-feira
Lideranças discutirão trabalho presencial neste momento de agravamento da pandemia nos Estados e municípios; dirigentes também querem respostas sobre CGNAD, GT de Pontuação e demais pautas pendentes.

GEAP: Vilma Ramos detalha os problemas e desafios do órgão
Vilma Ramos, diretora da pasta Secretaria Geral do SINSSP, participou do 5º Web Encontro do movimento “Juntos Vamos à Luta!” abordando sobre o tema GEAP para ajudar a todos a entenderem os problemas e desafios do órgão.

CNTSS-CUT apresenta candidatos para disputar eleições na GEAP nos conselhos de Administração e Fiscal
Processo eleitoral vem sendo marcado por autoritarismo da ala militar, que propôs excluir de concorrer dirigentes sindicais e de associações de classes e até servidores com ações judiciais contra GEAP.

CNTSS-CUT: Bolsonaro usa crise para tentar barganhar aprovação de PECs em troca do Auxílio Emergencial
Senado inicia discussões para votar PEC 186 (Auxílio Emergencial) que ataca servidores e prevê desvincular recursos constitucionais da educação e saúde; PEC 188 (Pacto Federativo) na fila de espera.

Oficina de capacitação CNTSS: Reforma Administrativa
No segundo e último dia (25/02) haverá a apresentação do tema “As consequências da Reforma Administrativa para os (as) atuais e futuros servidores(as) públicos(as). A colaboração desta vez será de Vladimir Nepomuceno, assessor e consultor de entidades sindicais e da Frente Parlamentar Mista do Serviço Público no Congresso Nacional.

Agenda de lutas: oficina de capacitação e plenária da CNTSS contam com programação para discutir a Reforma Administrativa
A CNTSS, juntamente com os seus sindicatos filiados, dentre eles o SINSSP, estão organizando duas atividades para organizar e informar os servidores públicos sobre a Reforma Administrativa: uma oficina de capacitação e uma plenária, confira!

Twittaço: A Reforma Administrativa anuncia o fim dos serviços públicos para a população
Twittaço ocorre hoje, segunda-feira (22), às 19h. Participe!

Debate nesta quinta-feira: GEAP e pecúlio, fique por dentro!
A diretora do SINSSP, Vilma Ramos, participará do 5º WEB Encontro para falar sobre “GEAP e pecúlio”, nesta quinta (11), às 17h.

O Brasil precisa reagir antes que a pandemia e esse desgoverno acabe com a vida das pessoas
O Brasil caminha rumo ao abismo vivendo uma grave crise sanitária e econômica, porém, os serviços públicos como a saúde, a educação, a previdência e a assistência social são fundamentais e sem eles a tragédia que a população brasileira vivencia seria ainda maior e o sucateamento desses direitos vai acabar com os serviços gratuitos e com os servidores públicos, que prestam estes serviços.

Pesquisadores lançam livro Saúde mental e trabalho no serviço público
Livro é resultado de um diagnóstico detalhado de estudos e pesquisas realizadas nos últimos anos que trata do grave problema da saúde mental de servidores públicos.

01 de fevereiro - Dia Nacional de Luta
Pela vacina para todos, contra a Reforma Administrativa e privatizações.

Com menos servidores e mais temporários, serviço público corre risco no Brasil
Falta de concursos e contratação de trabalhadores temporários para atendimento à população prejudica qualidade dos serviços públicos. Dirigente da CUT afirma que em 4 ou 5 anos, setor ficará ‘esvaziado’.

10 de dezembro - Dia Nacional de Lutas
Hoje é Dia Nacional de Lutas em Defesa do Serviço Público: pela ampliação do Serviço Público, contra a Reforma Administrativa, contra as privatizações. Compartilhe nas suas redes sociais e grupos do Whats"App e ajude a fortalecer a luta em defesa do Serviço público.

Semana será marcada por mobilizações em defesa do serviço público e das estatais
Nos dias 10 e 11 de dezembro, entidades que defendem os servidores, os serviços e as empresas públicas farão atos em todo o Brasil. Manutenção do auxílio emergencial também será pauta das mobilizações.

Confira o calendário da Jornada Nacional de Lutas em defesa do serviço público
Dando continuidade à construção do Dia Nacional de Luta do dia 10/12, próxima quinta-feira, o FONASEFE e suas entidades, dentre elas a CNTSS e a CUT, prepararam uma jornada de lutas para essa semana.

Eleições - fique atento a quem vai retirar os seus direitos!
Saber escolher é a “alma do negócio” e se ela fosse levada a sério pelos brasileiros as EC 95 e a EC 103 não teriam sido aprovadas pelo Congresso e Senado ou sequer teriam sido apresentadas para votação. Por isso, o SINSSP preparou uma lista dos partidos políticos que, ao longo dos últimos anos, votaram a favor do retrocesso e contra os seus direitos.

Terceirizados contratados com salários superiores à de servidores públicos já é uma mostra do que vai acontecer se a Reforma Administrativa passar
Governo Bruno Covas contrata terceirizados com salários até 13 vezes maior que de servidor.

CUT e centrais lançam campanha em defesa do serviço público nesta quarta (30)
Centrais se unem em defesa das estatais e do serviço público, com manifestações contra as privatizações e contra a proposta de reforma Administrativa de Bolsonaro. Confira onde serão realizados atos.

O retrocesso de mais uma reforma foi tema abordado no primeiro dia do webnário da Reforma Administrativa
Webnário sobre a reforma administrativa organizado pelo SINSSP, CNTSS e os sindicatos da Confederação tratou dos impactos e consequências no INSS através dos aspectos técnicos e políticos.

Não é Reforma Administrativa, é DESMONTE dos serviços públicos!
A dupla Paulo Guedes e Jair Bolsonaro querem acabar com o seu direito a educação, saúde, segurança, aposentadoria, assistência social, moradia, saneamento, etc. jogando a população contra os servidores públicos.

CNTSS-CUT divulga Nota de repúdio contra a contratação de militares pelo INSS e cobra a realização de concurso público
Confederação reafirma desacordo com a medida do Instituto e diz que situação requer investimentos, valorização dos servidores, concursos e consolidação da carreira do Seguro Social.

Nota de repúdio à declaração do Ministro Paulo Guedes
SINSSP repudia veementemente a declaração do Ministro da Economia, Paulo Guedes, ao classificar o funcionário público como “parasita”.

Governo implementa o desmonte do serviço público
Em 2022 restarão menos de 1/3 das unidades existentes atualmente, sendo 512 entre APS’s e prédios administrativos, sem contar as gerências que também serão reduzidas na mesma proporção.

Guedes joga o povo contra servidores para justificar privatização do serviço público
Ministro diz que para ter estabilidade, servidor concursado tem de ser bem avaliado pelo cidadão. Dirigente do Condsef diz que proposta é absurda porque mais de 70% dos servidores não têm contato com o público.

Bolsonaro quer acabar com estabilidade e diminuir número de servidores federais
Governo planeja aprovar reforma administrativa logo após a tramitação da reforma da Previdência. Medidas representam desmonte do serviço público com prejuízos para os trabalhadores.

Servidores públicos serão a bola da vez de Bolsonaro
O novo desempenho ou a reestruturação da administração pública deve focar na automação e digitalização dos serviços públicos e na redução de custos com estrutura e pessoal.

Decreto de Temer terceiriza serviço público federal
Para Armengol, só a eleição de candidatos progressistas poderá reverter a nefasta decisão do governo golpista de regulamentar contratação de terceirizados no setor público. A luta agora é política, diz.