SINSSP acolhe proposta para suspender a carência de benefícios previdenciários durante a pandemia
O sindicato acolheu a proposta do Deputado Alexandre Padilha e levou a pauta para o consórcio formado por entidades sindicais filiadas à CNTSS, que se reuniram na última terça-feira (30), para pautar o tema.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

 

A pandemia da Covid-19 além de deixar o Brasil numa grave crise sanitária com a saúde entrando em colapso em vários estados também está impactando negativamente a assistência social dos brasileiros, pois existem cerca de milhões de trabalhadores formais que perderam o direito ao acesso aos benefícios previdenciários após ficarem desempregados.

Diante deste cenário tão triste e preocupante que o Deputado Federal, Alexandre Padilha (PT/SP), procurou o SINSSP para apresentar uma proposta e buscar parceria com a finalidade de aprofundar a discussão sobre a perda da carência dos benefícios previdenciários durante a pandemia pedindo sugestões para debater o Projeto de Lei (PL) Nº 941/2021, de sua autoria.

O sindicato acolheu a proposta do deputado e levou a pauta para o consórcio formado por entidades sindicais filiadas à CNTSS, que se reuniram na última terça-feira (30), para pautar o tema.

Pela legislação, para que uma pessoa com trabalho formal tenha direito e receba um benefício, como o auxílio-doença, salário maternidade ou uma aposentadoria por invalidez, por exemplo, ela precisa ter contribuído ao menos 12 meses no INSS.

O PL 941 altera o art. 26 da Lei 8.213, de 24 de julho de 1991, que dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências, para determinar a suspensão do período de carência do auxílio saúde enquanto perdurar a emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do novo coronavírus.

De acordo com Padilha, “exigir carência para o acesso ao auxílio-doença por parte dos trabalhadores é agravar ainda mais o já trágico quadro social para milhões de famílias brasileiras”, destacou o deputado.

O projeto será apresentado no Congresso para votação, fique atento aos canais de comunicação do SINSSP para acompanhar o desdobramento desse PL.

Fonte: Imprensa SINSSP

Para ter acesso às notícias do Sinssp no seu celular cadastre nosso WhatsApp (11) 9 89329730, envie “quero ficar informado” e fique por dentro de todas as novidades e informações da categoria.