SINSSP, CNTSS e demais sindicatos levam proposta de vacinação para presidente do INSS
SINSSP participou de reunião da CNTSS e Sindicatos filiados com o Presidente do INSS para discutir assuntos da categoria. Vacinação foi o ponto central da pauta.

Montagem SINSSP

 

O SINSSP, juntamente com a CNTSS e seus sindicatos filiados, participou nesta quarta-feira (24) de uma reunião com o Presidente do INSS, Leonardo Rolim, e sua equipe para discutir assuntos da categoria. O sindicato foi representado pela diretora da Secretaria Geral, Vilma Ramos, e o Diretor Idel Profeta.

Na pauta proposta pela representação dos servidores foi abordada as principais questões que envolvem os funcionários do INSS, tais como o fechamento das agências em virtude da segunda onda da Covid-19 que assola o Brasil, epicentro da pandemia; vacina para todos os servidores e terceirizados, priorizando aqueles que estão trabalhando nas agências; atraso na concessão das aposentadorias e das pensões nas CEABS-RPPS; esvaziamento do CGNAD e assédio moral contra os servidores que não aderiram ao Programa de Gestão.

No dia em que o país alcançou a marca de mais de 300 mil vidas perdidas para a Covid-19, a reunião com Leonardo Rolim pouco avançou no quesito fechamento das agências e vacina para os servidores.

Embora a CNTSS e os sindicatos filiados tenham amplamente argumentado sobre o fato de os servidores estarem se contaminando e contaminando os seus familiares, Leonardo Rolim se limitou a dizer que oficiou o Secretário de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, “sugerindo” que o mesmo oficiasse o Ministério da Saúde para incluir os servidores no Grupo prioritário do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra o novo coronavírus.

Esse ofício foi encaminhado no começo do ano (20/01), porém Rolim informou que não obteve resposta. No dia 19/03 outro documento foi encaminhado ao secretário especial solicitando que pelo menos fosse incluído no plano de imunização os servidores que estão nas agências do INSS atendendo ao público.

Diante da demora por parte do Ministério “Negacionista” da Saúde foi sugerido pelos sindicatos presentes que o Presidente do INSS entrasse em contato com a Frente Nacional de Prefeitos para negociar a vacinação dos servidores que estão nas agências através de uma ação mais centralizada e coordenada a partir de um acordo entre o INSS e a Frente.

Leonardo Rolim reagiu positivamente a ideia e se propôs a procurar a representação dos prefeitos para tentar viabilizar a vacinação dos servidores que não estão em home office.

Demais pontos de pauta

Os demais pontos de pauta levantados pela representação dos servidores serão discutidos em reuniões pontuais para que o desdobramento e cada item seja visto de forma mais ampla para aprofundar os temas.

Sendo assim, ficou acordado uma reunião com a Diretoria de Gestão de Pessoas para a próxima segunda-feira (29). Quanto à Portaria Conjunta PRES/DGPA/DIRAT/DIRBEN/INSS Nº 11, de 17 de março de 2021, que trata, dentre outros temas, do quantitativo de vagas ofertadas para o Serviço Social, o Presidente do INSS propôs que fosse marcada uma reunião específica devido a necessidade do aprofundamento do tema.

A CNTSS enviará um ofício solicitando que essa reunião seja realizada o mais rápido possível. Em contrapartida, a confederação vai chamar os trabalhadores do serviço social da base da CNTSS para uma reunião na próxima segunda-feira (29) para discussão da portaria.

O SINSSP vem trabalhando para que os direitos dos servidores sejam respeitados, principalmente frente ao epicentro que o Brasil virou nesta pandemia da Covid-19.

Acompanhe o site e as redes sociais do sindicato para ficar informado sobre as pautas reivindicadas a favor da categoria. Curta, comente e compartilhe as informações para aumentar a rede digital e contribuir para que mais servidores tenham acesso as informações.

Fonte: Imprensa SINSSP

Para ter acesso às notícias do Sinssp no seu celular cadastre nosso WhatsApp (11) 9 89329730, envie “quero ficar informado” e fique por dentro de todas as novidades e informações da categoria.