Greves em 2018 foram por ameaça ou perda de direitos
Segundo o Dieese, pauta de reivindicações atual é basicamente "defensiva", para preservar direitos ou conquistas. Até pouco tempo atrás, terceirizados eram "protagonistas" dos movimentos.