SINSSP vai à Brasília para reunião com o presidente do INSS
O Sindicato participou na última terça-feira de uma reunião, em Brasília, para tratar assuntos da categoria.

O SINSSP participou de uma reunião com o Presidente do INSS, Francisco Lopes, na última terça-feira (19), em Brasília, chamada pela CNTSS, para tratar de assuntos pendentes da categoria que até o momento não foram resolvidos.

Antes de dar inicio a reunião foi solicitado pela CNTSS que a mesma fosse em conjunto com a FENASPS, o que foi prontamente atendida pelo presidente.

Francisco Lopes se mostrou bastante incisivo afirmando que não é verdade tudo o que foi dito pela ANMP, se referindo que foi acusado de praticar assédio contra a Diretora da DIRSAT, Karina. Ele também falou que a partir daquele momento a conversa seria gravada o que tornou a postura dos dois representantes conflituosa e disse ter imagens que comprovam que Argolo pulou as catracas de entrada antes de iniciar a reunião.

Sobre a revogação da portaria 191, o presidente do INSS disse que em breve sairá uma nova portaria com novas correções e que já estava previsto mesmo antes da reunião com a ANMP.

No quesito concurso público e novas contratações a reunião mostrou respostas positivas ao questionamento feito, pois Francisco Lopes informou que já foi solicitado urgentemente 475 novos servidores como  excedente e um novo concurso para 16 mil novas vagas.

Ao levantar questionamentos sobre a implantação do INSS Digital, Francisco Lopes disse que planeja entregar a nova forma de trabalho até janeiro e implementar em todas as agências do INSS até julho de 2018.

Segundo o presidente, o INSS Digital não é um projeto “para inglês ver” e que o projeto tem o objetivo de trazer celeridade e resolutividade para o INSS. Ele também informou que já está sendo tomadas as medidas necessárias quanto às melhorias de infraestrutura e sugeriu a participação das entidades na construção do projeto do INSS Digital.

Além da participação das entidades para a construção de um INSS digital eficiente, foi solicitado também a contribuição das entidades na construção do GT de novos índices. Francisco Lopes irá se reunir com o Beltrame, secretário do planejamento, para resolver a questão da GDASS, após o SINSSP e as entidades presentes solicitar a suspensão dos efeitos financeiros.

Aproveitando a oportunidade da reunião com as autoridades responsáveis, os presentes cobraram o cumprimento do acordo da greve de 2015 sobre o comitê gestor da carreira. O presidente do INSS disse que vai verificar com o Ministério do Planejamento e aguarda a entrega de uma proposta elaborada pelas entidades.

Também será feito uma alteração no regimento interno do Instituto e também aguarda a apresentação de uma proposta, no que se refere ao Serviço Social e Reabilitação Profissional.

Francisco Lopes propôs que um representante de cada entidade esteja presente, juntamente com ele na reunião com o planejamento, no próximo dia 20, para negociar os dias de greve descontados este ano e dias de feriado municipal. Foram escolhidos Jacobi, pela CNTSS, e Moacir, pela FENASPS, para acompanhar.

Na oportunidade, o presidente do INSS indicou um interlocutor de sua presidência para responder sobre mitos que possam circular dentro do INSS.

A documentação com as reinvidicações da CNTSS para a categoria foi elaborada e entregue em formato de ofício (clique aqui para ler na íntegra) e uma nova reunião foi agendada para o dia 25/01.

Fonte: Sinssp

Para ter acesso às notícias do Sinssp no seu celular cadastre nosso WhatsApp (11) 9 76147199, envie “quero ficar informado” e fique por dentro de todas as novidades e informações da categoria.