Nota de repúdio sobre veto de divulgação de informações da Reforma da Previdência
O Presidente do INSS divulgou ofício desautorizando dirigentes do Instituto a darem entrevistas, conceder informações sobre o órgão e tudo o que diz respeito sobre a Reforma da Previdência.

 

O SINSSP (Sindicato dos Trabalhadores do Seguro Social e Previdência Social no estado de São Paulo) vem, por meio desta nota, repudiar o Ofício emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) por meio do seu presidente, Renato Rodrigues Vieira, na última sexta-feira, 08, que proíbe os seus dirigentes a falarem ou divulgar informações sobre a Reforma da Previdência.

Segundo o ofício, Diretores, Procurador-Chefe, Auditor-Geral, Corregedor-Geral, Coordenadores-Gerais, Superintendes Regionais, Gerentes-Executivos e Gerentes de APS ficam desautorizados a conceder entrevistas, esclarecimentos e orientações sobre a Reforma da Previdência e que a partir do documento emitido tudo o que se refere à reforma será de responsabilidade da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia emitir as informações.

A proposta de Reforma da Previdência do governo Bolsonaro vem sendo bastante criticada pela população e por parte da imprensa. A sociedade brasileira está percebendo que a mudança que será feita na previdência pública tem como objetivo único acabar com os direitos de aposentadoria e que os trabalhadores serão obrigados a trabalhar até o fim da vida e quando conseguir se aposentar o valor recebido não será o suficiente para ter uma vida saudável e rentável.

Desta forma, o governo quer calar a voz dos dirigentes do INSS para que as verdades sejam manipuladas e que só sejam divulgadas para a população as informações que convém ao governo, no intuito de mascarar a verdade e vender ao povo brasileiro inverdades sobre a reforma da previdência e consequentemente conseguir a sua aprovação sem problemas e questionamentos.

É preciso que todos fiquem atentos para não serem enganados, o direito à informação verídica e verdadeira deve ser garantida a toda a população, é preciso criar estratégias para vencer as barreiras que estão sendo impostas pelo governo e para as que ainda estarão por vir.

O SINSSP reitera o seu comprometimento com a democracia, com os direitos dos servidores públicos do INSS e com a propagação de verdades para instruir e orientar a população para a garantia do estado democrático de direito e garantias institucionais.

Fonte:Sinssp

Para ter acesso às notícias do Sinssp no seu celular cadastre nosso WhatsApp (11) 9 89329730, envie “quero ficar informado” e fique por dentro de todas as novidades e informações da categoria.